Capítulo 7- Perigo nos céus

 

 

 

tami2xi.jpg

 

Todos os sistemas entraram em pane: Não tinham o menor modo de comunicar com algum aeroporto, pois grande parte dos sistemas internos estavam avariados, o vento estava contra o favor do avião e o pior era que, sem os nossos desgraçados heroís saberem, uma das portas estava prestes a ser arrancada pelo vento, se tal aconteçer os nossos heroís, incluíndo os robôs vão ser sugados para o extrior do avião. Os robôs não tinham como soberviver, iriam caír nas rochas da costa e, assim mortos numa fracção de segundos, e os humanos morreriam antes da queda por falta de oxigénio.

Optimus Prime faz uma tentativa desesperada de aterrar na Praia, descendo o avião em direcção a um dos cantos de praia mais prolongados, mas o vento “ajudou” nesta tarefa, fazendo o avião descer a pique.

Estavam a poucos quilómetros da morte, até que de repente, uma corrente de vento vinda na direcção contrária empurrou o avião, endireitando-o e posiconando-o em direcção á praia.

-Segurem-se!- Grita o Prome- Isto vai ser difícil!

Mal é feito o primeiro contacto do avião com a praia, uma enorme exposão de areia cobre o avião, mas este não parando e seguindo pela praia. Dentro do avião, todos eram empurrados contra ás paredes, mas Promepula para os sistemas e pára o avião, não antes de colidir com uma central elétrica na praia, esta espalhando uma alta radiação no avião. Por um momento, um fluxo de energia percorreu o avião, este atingindo os humanos. Depois, milhões de raios  percorreram os corpos dos humanos, agora mortos… Ou não? Os autobots ficaram inconscientes na queda. O primeiro a recuperar os sentidos foi Prome. Ele olhou para o lugar onde deviam estar os cadáveres dos humanos, mas em vêz de cinco cadáveres viu quatro cadáveres e no lugar onde devia estar o cadáver de Megan Fox encontrava-se um autobot.  Este era todo prateado, e as mãos, tal como o tronco eram amarelo-florscente. Pareçia o bumblebee com as cores trocadas! O mais estranho- Este se transformara em camaro concept 2008 prateado, É BUMBLEBEE!!!, pensou Prome, que grita:
-Bumblebee, amigo, o que aconteçeu contigo?

-Também eu queria saber- Diz bumblebee que se encontrava ao pé de Prome, também olhando para o Camaro Concept 2008 em frente a eles. Se bumblebee estava ao pé de prome, quem seria aquele carro?

CONTINUARÁ…

Anúncios

6 pensamentos sobre “Capítulo 7- Perigo nos céus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s