Rip-offs dos nossos queridos Transformers- Parte 1

… Antes que alguém se iluda pela imagem acima, pelo menos que eu saiba, não vão fazer um filme em live-action com os Gobots. Isso é apenas uma montagem feita no gozo, portanto nem levem a sério.

Ok, eu sei que é difícil levar a sério, mas têm sempre pelo menos uma pessoa que vai perder tempo a Googlar para ver se é verdade, portanto assim já salvo 5 minutos de vida a essa pessoa. Mas olhem por outro lado, se ficaram desapontados com isso, então ainda podem sonhar um pouco com o trailer falso dos Gobots da Black20! Isso até era uma boa ideia para uma stop motion, mas não, já tenho um filme, uma fanfic e um custom para tratar. Portant0..

De qualquer forma, o point que eu quero alcançar é simples e basicamente o título por outras palavras: Desde os tempos que os Transformers da Hasbro alcançaram um múltiplo sucesso, não é de estranhar que muitas fábricas de brinquedos ficaram com dor de cotovelo com o sucesso da Hasbro e decidiram passar a competir, com os seus próprios brinquedos transformáveis- Que, se assim poderemos chamar, os seus Rip-Offs (Palavra em “Engrish”, por outras palavras “Copiar descaradamente”). E para variar um pouco da normal rotina de posts, decidi escrever um pouco sobre essas imitações, e assim começando por…

Gobots

Qualquer criança oitenista fã de Transformers já passou pelo mesmo: Lá vai a criança com os pais a um Toys R Us, e mal entra as parteleiras estão cheias de Transformers! Isso mesmo, Optimus Primes, Sideswipes, Megatrons, Fortress Maximus e montes de coisas qu na altura eram novidade para as crianças! Porém, quando se vai ver o preço esse prazer de emoção acaba. Os pais olham para a criança pedinchona e lhe dão uma bronca que pode ser resumida como Tão caros??!! Ahhh, nem penses, só levas um desses pequeninos e pronto!- Isto antes de notar em uma parteleira ao lado cheia de robôs transformáveis idênticos aos Transformers, denominados como “Gobots”. Digo, tinham entre eles um Optimus Prime, um Starscream, um Thundercracker, um Cosmos, um Prowl, um Ratchet, um Trailbreaker, um Scorponok e até um Menasor… E eram EXTREMAMENTE MAIS BARATOS, o que automaticamente leva ao raciocínio dos pais que comprar quatro ou cinco Gobots baratinhos em vêz de um Transformer extremamente caro é uma opção bastante viável, pois dava mais brincadeira para a criança e mais descanso para os pais. Portanto era uma verdade crua de todos os pequenos colecionadores dessa época: Era quase impossível não ter alguns dos que eu listei acima enfiados na colecção para substituír algum personagem do elenco principal. aliás, uma verdade ainda maior, é que certos brinquedos dos Gobots chegavam a ser MUITO superiores ao Transformers originais!

Basta dizer que o “Ratchet” tinha cabeça, que fica logo ótimo. Mesmo assim, só os brinquedos é que se safavam, pois além dos brinquedos eles também tiveram um desenho animado…

Challenge of The Gobots, que é extremamente fraquinho. A sério, perto dos episódeos desse desenho animado, a G1 chega a parecer extremamente madura! Pesquisem pelo Youtube para verem alguns, e depois venham dizer que eu não tenho razão.

Para ser sincero, a série em si tinha vários motivos para falhar, começando pela tentativa forçada de imitar a história da G1. Aliás, já que durante o texto eu nem sequer referi a história dos Gobots, posso resumi-la simplesmente como a mesma história dos Transformers, onde Cybertron chama-se Gobotron e em vêz de Autobots e Decepticons temos Guardians e Renegades. Certo…

Outro detalhe que pode ter contribuído para as falhas da série são os personagens, também completamente copiados de Transformers. O Leader 1, o líder dos Guardians era apenas a versão jato do Optimus Prime, O CyKill, lider dos Renegades era apenas a versão mota do Megatron e o Scooter era apenas a versão retardada do Bumblebee. Do meu ponto de vista, de todo o elenco da série, Scooter (Aquele debaixo do pé do Leader 1) era o pior de todos… Digo, o gajo simplesmente parecia ser um deficiente mental retardado, senão que fosse a ideia que os roteiristas queria transmitir. Aliás, só para comprovar a sua burreza, basta relembrar que ele hijackeado no sexto episódeo da série. Digo, nem o prórpio Tracks, conhecido pelos fãns como o Autobot paneleiro da G1, se deixa ser roubado! E já que referi os personagens, acho que também seria intressante referir que após a Hasbro comprar os direitos dos Gobots (A série estava tão mal que a única salvação foi a Hasbro), Leader 1 passou a ser um dos inúmeros Minidogs de Armada, Cykill aparece em Megatron Origin para ser morto na arena e a Hasbro também lançou uma linha de brinquedos chamada Go Bots, que eram Transformers infantilizados.

Os Gobots também tinham bandas desenhadas, que podem ser resumidas como uma versão suprimida á força dos episódeos de G1:

GobotsMagazine3-Strip01

Antes de eu vomitar sobre o meu teclado, vou deixar já claro que eu bem sei que, apezar dos Gobots serem rip-offs puros dos Transformers, o desenho animado dos Gobots veio um pouqinho primeiro do que o dos Transformers.

Mas não veio antes das BD´s dos Transformers

Nem dos Diaclones.

… Portanto não venham dizer que os Gobots é que são rip-offs de Transformers, hein! Concluíndo, os Gobots para mim nunca passaram de uma cópia mal-feita de Transformers. Porém, mesmo assim, não posso negar que alguns dos brinquedos são tentadores… Talvêz algum dia quando eu começar a colecionar Masterpieces e termine a minha colecção de seekers Classics/Universe/Henkei, eu compre alguns dos Gobots do elenco principal. Talvêz…

Convertors

Quando postei isto no fórum da ATB, fui violentamente brutalizado por não acreditarem que eram cópias de Transformers, mas come on, tal como o Topless Robot disse, todos nós tivémos na nossa infância um brinquedo transformável na nossa colecção que sabíamos que não era um Transformer, mas também não era um gobot. Na verdade, esse Transformer provavelmente transformava-se em algo muito pouco usual, como uma caixa registadora ou uma máquina de casinos. Portanto, as probalidades desse transformável desconhecido ser um Convertor eram bastante fortes.

Os Convertors foram criados na mesma época dos Transformers e dos Gobots, o que lhes faz de mais uma das impresas que se aproveitava da onda de sucesso Cybertroniana para lançar os seus genéricos. E ao contrário dos Gobots que até obteram sucesso no quésito de brinquedos,  os Convertors foram desastrosos. Além dos brinquedos parecerem Micromasters aumentados, eles nem tinham nem desenho animado, nem banda desenhada, nem sequer uma história escrita atrás da cartela. Em outras palavras, isso leva á conclusão que a linha era basicamente vazia e esquecida…

…Mas mesmo assim ainda houve quem fizesse KO´s deles! Genial, hein?

Road Bots (Os antigos da Marchon, não confundam com os Roadbots “Alternatalizados” de hoje em dia)

Pensem por um momento: Qual é o personagem mais icônico nos Transformers cujo seu nome vende milhares de euros, dólares, reais e yens diariamente? Não, não é o Soundwave, é o Optimus Prime!

Dãããã!!!

Então a Marchon, produtora de brinquedos popular na época, decidiu aproveitar-se do sucesso do personagem e criar uma linha de brinquedos inteiramente constituída de robôs que se transformavam em camiões. E sim, a imagem acima é verdadeira, para os itens se “transformarem” era necessário desmontar tudo e montar de novo, o que de certa forma é uma ideia inteligente, pois assim dá para dizer que também se combina com os outros.

Aliás, provavelmente a maioria que os combianava  devia deixar a cabeça e os pés com peças azuis e o torso e as mãos com peças vermelhas. Ohhh, porque seria? Além dessa função Lego, os Road Bots também tinham rodinhas de fricção… E é só!

Fraquinho, não é? Sinceramente, nem tanto.

Já de início podemos ver que, embora a linha tenha em base Transformers, não é assim tão rip-off quanto as outras duas que eu mencionei acima. Na verdade , a ideia em si é mais uma mistura entre Transformers e Lego, e sou forçado a admitir que a ideia nem teve resultados assim tão maus.

Bom, falei de algumas séries de Transformers genéricas nos tempos de G1 nesta primeira parte. Eu sei, apenas listei três séries, e ainda existem mais algumas esquecidas como os Zybots, os Braves e os Robo Trons, mas acredito que essas são linhas tão abandonadas (Especialmente essa última, que pode ser resumida como Gobots do terceiro mundo) que eu nem pensei em incluí-las na lista. Perdoem-me se esperavam por mais na primeira parte, porém, eu queria dividir este post em duas partes por um motivo especial…

Vocês vão entender quando eu escrever a segunda parte, que essa sim vai ter muitos mais na lista.

EDIT: Imagem das BDs restaurada (Upload feito a partir do próprio Wordpress) de novo. Se passaram aqui há bocado, é normal que tenham ficado chocados, se não… Bem, sorte vossa, e se quizerem saber o que passou, eu sei uma maneira de mostrar: Copiem esta imagem para qualquer lugar público a partir de hot linking, ou seja, copy-paste directo da imagem (Pode ser em um blog ou um fórum), esperem um ou dois dias… E depois, enfim, surpreendam-se. E para terminar, vou deixar aqui o hiperlink para o site Counter X, lugar onde tirei a imagem para não virem reclamar.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Rip-offs dos nossos queridos Transformers- Parte 1

  1. QUE PORCARIA HENRIQUE…tava lendo seu blog camalmente,ai aparece um MERDA DE PORNOGRAFIA,tu literalmente insulto,TRANSFORMERS seu inutil…
    NEM DA DIREITO A ALGUEM TER SUA OPINIAO(DINASTIA)caraca gostava do seu blog,ate agora….

    • André:

      Se agora vai deixar de gostar do blog por causa disso, me perdoe, mas eu não tenho a mínima culpa. Se você fosse um pouco mais adulto e conseguisse ler o que está escrito em inglês debaixo da foto, talvêz fosse capaz de entender porque eu não tenho a culpa.

      Ok, explicando melhor, o que aconteceu ali é que eu copiei a imagem (Não era essa imagem pornô, era outra de uma página do gibi dos Gobots, vai lá ver acima que já restaurei) e tal como muitos sites fazem para não copiar as suas imagens, de vêz em quando colocam algumas coisas ofensivas como essas. Isso provoca que mesmo que a imagem seja completamente diferente (Que neste caso era a do gibi dos Gobots), o site que possuí a imagem altera automaticamente o código da imagem copiada e quando é publicada aparece uma coisa completamente diferente, que neste caso foi a imagem porno que você viu.

      E se você deixar de ver meu blog por uma simples pegadinha de um cara, cujo eu nem tenho a culpa, na boa, não criei o meu blog para ser visitado por caras que me chamam de “inútil”.

      Então, vai continuar agindo como uma criança ao tipo “Nhé Nhé Nhé, o garoto discutiu com o Fábio (Algo cujo eu já resolvi entre ele) e o blog dele teve uma imagem de uma garota nua, blá blá bla” ou vai mostrar sua face de adulto sério e me compreender? Eu não quero arrumar briga com você e me perdoe se o ofendi, mas você me responde assim e espera elojios?

      Fazemos as pazes e ficamos amigos?

  2. Eu tinha um boneco (imitação da imitação) Gobot !

    O meu era um que se transformava em um tanque, tinha uma espada e um escudo também.

    Eu queria saber qual empresa que o fabricava…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s